Saiba o que é osseointegração!

O que é osseointegração?A osseointegração possui muitas aplicações em várias partes do corpo humano. Porém, no contexto da saúde bucal, esse processo logo é relacionado com a técnica de implantes dentários. A osseointegração é fundamental para assegurar resultados eficientes ao tratamento de implantes. Isso porque consiste na união estável e funcional do elemento (o qual possui uma superfície de titânio) com o osso onde foi posicionado. Confira a importância disso para a sua saúde bucal.

Osseointegração na história da odontologia:

Em 1965, o professor Per-Ingvar Branemark, acadêmico em Gotemburgo – na Suécia – iniciou estudos que originaram a descoberta da osseointegração. Naquele tempo, o educador interessava-se por pesquisas e protocolos que solucionassem falhas físico-funcionais em seres humanos. Segundo o Instituto Branemark, de Bauru, a técnica tem sido aprimorada nos últimos 40 anos pelos cientistas, que desenvolveram o mais moderno sistema de prótese fixa da história reabilitadora da odontologia mundial.

Devido aos avanços dos implantes dentários, seu uso tem sido cada vez mais recomendado como um dos principais tratamentos reabilitadores na odontologia. Melhorando a performance estética e funcional dos pacientes. Porém, para que o tratamento com implantes seja eficiente, é fundamental que haja a osseointegração.

Como funciona:

Primeiro, com a fixação do implante, ocorre a formação de um coágulo e um tecido de granulação. Passadas duas semanas, inicia-se o processo de reabsorção do osso que está em contato direto com o implante e, em seguida, o mesmo é substituído por um novo osso. Apesar desse fator inicial, a cicatrização do osso e implante ocorre somente depois de quatro meses na mandíbula. Já na maxila, esse tempo aumenta para seis meses.

Para resultados satisfatórios, alguns exames pré-operatórios são necessários, como hemograma, coagulograma, glicemia e também uma anamnese bem detalhada, analisando as condições de saúde do paciente e se ele apresenta alterações ou fatores de risco. Exames radiográficos, para analisar o osso da área receptora, também são fundamentais. Além desses requisitos, é possível que o procedimento seja otimizado por meio de um planejamento eficiente para evitar erros durante a fixação do implante, como contaminação do campo cirúrgico ou mal posicionamento do implante.

A osseointegração é algo muito sério e deve ser confiado a profissionais com experiência. A clínica IBIO em Curitiba foi planejada com o objetivo de oferecer tratamentos odontológicos de alto nível. Possui equipamentos de ponta, conta com profissionais especializados, o atendimento é personalizado e as instalações são seguras e confortáveis.

Por isso, marque sua avaliação com quem tem tradição e qualidade! Deixando seu número nos comentários, nossa equipe entrará em contato para marcar sua consulta totalmente gratuita no melhor dia e horário para o seu conforto!

Se você ainda ficou com alguma dúvida sobre o procedimento, não deixe de comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *